19.10.13

Canções para uma cantora de cor (excerto)



III
Nana neném.
Criança e adulto
dormem fundo.
No mar, o navio ferido naufraga,
cheio de chumbo.

Nana neném.
Países brigam,
países morrem.
A sombra do berço traça na parede
uma gaiola enorme.

Nana neném.
Dorme que a guerra acaba
e o sono continua.
Larga esse brinquedo bobo
e pega a lua.

Nana neném.
Se alguém disser
que criança não tem siso,
não liga pra eles não, que isso de siso
não é preciso.

Nana neném.
Criança e adulto
dormem fundo.
No mar, o navio ferido naufraga,
cheio de chumbo.


BISHOP, Elizabeth. Poemas escolhidos de Elizabeth Bishop. Seleção, tradução e textos de Paulo Henriques Britto. São Paulo: Companhia das letras, 2012. 


Um comentário:

Erick Monteiro Moraes disse...

"Larga esse brinquedo bobo/ e pega a lua.", fantástico!
Arthur, parabéns pelo blog, descobri há pouco, apesar de você já ter visitado o meu. Aproveito aqui para te parabenizar também por "Lá", estive escutando... canção formidável. A letra é sua? Gosto muito de "onde o mar é ritmo", ótimo verso.