10.10.14

Para ele eu canto / For him I sing



Para ele eu canto.
Elevo o presente sobre o passado
(Feito uma árvore perene e livre de raízes, o presente no passado,)
Com tempo e espaço eu o dilato e fundo às leis imortais,
Para a partir delas fazer dele próprio a sua própria lei.


For him I sing,
I raise the present on the past,
(As some perennial tree out of its roots, the present on the past,)
With time and space I him dilate and fuse the immortal laws,
To make himself by them the law unto himself.


In: WHITMAN, Walt. Leaves of grass. New York: The New American Library, 1958.

*tradução minha